CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

segunda-feira, 20 de julho de 2009

O que realmente importa?

Aprendi que o mais importante para mim sempre foi aquilo que eu nunca desconfiei. Ao longo dos anos, passamos a ter certa noção da nossa personalidade, do que a gente gosta. Algumas pessoas ainda não descobriram. E mesmo quem já descobriu, continua procurando. O problema é que nós procuramos demais. Acabamos sendo facilmente influenciados por outra pessoa e caímos nas garras das importâncias materiais.
Algumas vezes não damos a real importância àquilo que gostamos por medo do que as pessoas vão pensar.
Sobre essas coisas que eu aprendi, são simples. Certa vez, vi uma moça já idosa, quieta e com olhar triste. Fiquei alguns minutos olhando para ela. Ela virou, e quando olhou para mim, sorri. Fui correspondida e até hoje tenho a certeza de que o dia dela foi bem melhor.
Uma coisa que também foi muito importante eu aprender, é saber que não importa o quanto a minha irmã mais velha implique e brigue comigo, ela me ama muito e nada, nunca, pode mudar isso.
Tenho sorte de ter aprendido certas coisas sobre a vida ainda jovem, prestes a atingir os meus quatorze anos.
Pode parecer clichê, mas sim, eu me importo muito mais com as coisas simples da vida. Se eu vou ganhar algo material que eu queria muito, a minha maior felicidade vai ser com a pessoa que me presenteou. Isso sim importa, como um simples sorriso, minha família ou essas poucas palavras que explicam o que é importante para mim.

Pauta para o Projeto Escritores.

3 comentários:

Jeniffer Yara disse...

Também acho o mais importante as coisas mais simples do mundo...*-*

Muito bom o texto!!!*.*

Bjins...
;*

Jeniffer Yara disse...

Passando de novo pra dizer que te selinho pra vc lá no blog!!!

Espero que goste!!!*.*

Bju bju

Ana Carolïna. disse...

Lindo *-*'